Plus500 does not provide CFD services to residents of the United States. Visit our U.S. website at us.plus500.com.

Conceitos Populares de Forex que Você Deve Conhecer

Conhecer as tendências e os termos populares usados no mercado Forex é um passo importante para uma negociação ponderada e eficaz.

Se você deseja manter-se atualizado sobre a terminologia Forex que o ajudará nas suas negociações, continue a ler.

Primeiro, você deve-se familiarizar com as noções básicas de câmbio. Câmbio, também conhecido como Forex e FX, refere-se à troca de uma moeda por outra, por exemplo. EUR/USD (Euro - Dólar Americano), USD/JPY (Dólar Americano - Iene Japonês) e GBP/USD (Libra Britânica - Dólar Americano). Infelizmente, nem sempre é tão simples e, por vezes, pode ser bastante complexo. Portanto, antes de considerar negociar em pares de moedas, você deve se familiarizar com alguns dos termos comuns usados no mundo do FX. Compreender esses termos é o primeiro passo para desenvolver a sua própria estratégia de negociação.

Um conjunto de conceitos sobre Forex - moedas, cotações e muito mais.

Termos Básicos de Forex

Aqui está uma lista de termos básicos que você ouvirá com frequência na negociação FX:
  • Pip - É geralmente o incremento mais baixo e menor no qual um par de moedas é precificado. Os Pips são usados para medir o movimento num par Forex. Os preços dos pips estão sujeitos a alterações e podem ser alterados devido ao momento da negociação e ao valor que está a ser negociado. Clique aqui para ver alguns exemplos de Pip.
  • Bid - O preço pelo qual o formador/corretor de mercado está disposto a comprar o par de moedas. O valor do par de moedas subjacente afeta o preço Bid.
  • Ask - O preço pelo qual o formador de mercado/corretor está disposto a vender o par de moedas. Também se baseia no valor do par de moedas subjacente.
  • Spread - A diferença entre os preços de Compra/Venda (Bid/Ask), oferecidos aos traders na plataforma de negociação. Quando um provedor de CFD oferece spreads mais baixos do que os seus concorrentes, isso significa que os investidores podem desfrutar de uma diferença menor entre o preço de compra e venda do par de negociação FX subjacente. O spread pode ser usado para medir a liquidez do mercado. Para saber mais sobre spread e tipos de spread, clique aqui.
  • Base - A primeira moeda num par de moedas, também chamada de nominador (ou número superior). Por exemplo, ao negociar o par USD/CAD, o USD é a Base.
  • Cotação - A segunda moeda num par de moedas, também chamada de denominador (ou número inferior), portanto, ao negociar USD/CAD, o CAD é considerado a Cotação.
  • Alavancagem - É uma forma de ganhar exposição a quantias maiores de moeda sem ter que pagar o valor total da sua negociação antecipadamente. Permite que você negoceie quantias maiores com menos capital. Por exemplo, uma alavancagem de 1:50 significa que você pode usar a margem inicial de 200 dólares para abrir uma negociação no valor de 10.000 dólares. Usar a alavancagem pode amplificar muito os seus lucros, mas também pode amplificar as suas perdas.

Termos de Negociação de Mercado

Além do Forex, o mercado é uma esfera multifacetada repleta de termos que os traders devem conhecer para fazer os melhores movimentos de negociação possíveis. É por isso que, para ajudá-lo a entender melhor os muitos conceitos e termos técnicos, compilamos abaixo, um resumo dos principais termos do mercado para ter em mente:
  • Bear Market ( Mercado em baixa) -Um mercado em declínio, onde os traders esperam que os preços caiam, o que indica que haverá mais vendas a descoberto (ou traders entrando em “posições curtas”).
  • Bull Market(Mercado em alta) - Um mercado que se está a valorizar e onde os traders estão ansiosos para aumentar a sua atividade de negociação longa (também conhecida como ‘posições longas’). Por exemplo, em 2022,aNVIDIA entrou num mercado de alta (Bull) e o seu valor aumentou, o que incitou muitos investidores a investir nas suas ações.
  • Broker - Um intermediário para os investidores e instituições financeiras passarem para a execução de transações.
  • Reserva Federal - O banco centralizado oficial para a regulação da atividade económica nos EUA. Muitas vezes abreviado como a 'Fed'. A Reserva Federal tem como objetivo controlar a inflação influenciando as taxas de juros. Quando a inflação está muito alta, a Reserva Federal normalmente aumenta as taxas de juros para desacelerar a economia e reduzir a inflação.
  • PIB (Produto Interno Bruto) - A soma total da atividade económica de um país e que reflete a saúde geral da sua economia.
  • Inflação - A taxa de aumento no preço de bens e serviços numa economia nacional/estadual. As taxas de inflação podem afetar os pares de Forex e outros ativos negociados diminuindo ou aumentando o seu valor.
  • Volatilidade Cambial - Refere-se às flutuações de preços de um mercado. Quanto maiores os movimentos de preços, mais volátil um mercado é considerado. Por outras palavras, é uma medida de quão dramático/imprevisível o seu movimento de preços pode ser. Isso geralmente é um indicador de quão arriscado um par de moedas pode ser para negociar.
  • Taxas de Juro - As taxas de juros cobradas por emprestar dinheiro de um banco ou provedor de crédito. Geralmente, os bancos centrais controlam os níveis das taxas de juros, o que é fundamental para a força ou fraqueza de uma moeda. As taxas de juros podem afetar o valor das moedas, por exemplo, o dólar americano tende a valorizar-se devido ao aumento das taxas de juros e à redução da oferta pela Fed. Assim, os investidores em Forex devem estar cientes de como cada país define as suas taxas de juros ao negociar um determinado par de moedas, pois cada moeda possui taxas de juros diferentes definidas por diferentes bancos centrais.

É quem define as taxas de juros para as moedas mais negociadas:

  • A taxa de juros do dólar americano é determinada pela taxa dos Fundos Federais.
  • O Euro é definido pela Euro Interbank Offered Rate (EURIBOR).
  • A GBP segue o Sterling Overnight Index Average (SONIA).
  • O CHF segue as taxas de referência suíças (SARON).
  • O JPY segue a Tokyo Interbank Offered Rate (TIBOR).

Indicadores e Relatórios

Para aproveitar ao máximo os movimentos do mercado e tentar antecipar o seu próximo movimento de negociação, é prudente consultar indicadores gráficos e relatórios económicos. Indicadores gráficos e relatórios económicos podem ter impacto em vários ativos, como moedas e mercadorias. Você pode encontrar todos as principais divulgações de dados no calendário económico e muitas ferramentas de gráficos diferentes disponíveis na plataforma Plus500. Aqui estão os principais que você deve conhecer:

  • RSI (Índice de Força Relativa) - normalmente usado num período de duas semanas, o RSI é um indicador técnico para verificar se um ativo está sobrecomprado ou sobrevendido. Ele varia de 1 a 100. O RSI marca a força ou fraqueza de um ativo subjacente no passado e no presente.
  • CCI (Índice de canal de Mercadorias) - uma medida da variação estatística de uma média definida, de -100 a +100. O CCI é usado para rastrear condições e tendências extremas do mercado.
  • MACD (Convergência/Divergência da Média Móvel) -um indicador técnico de negociação que identifica médias móveis e ajuda a representar novas tendências potenciais de alta/baixa no mercado. O MACD é usado para sinalizar possíveis tendências de mercado de sobrecompra ou sobrevenda.
  • Correlação -a relação mútua entre dois ativos, indicando quão semelhantes (ou diferentes) eles são entre si. As correlações variam entre +1 e -1.
  • IPC (Índice de Preços ao Consumidor) - uma medida de inflação comum que ajuda a monitorar a variação de preços de bens e serviços. Também pode ser usado para monitorar mudanças monetárias, inflação e salários. Em geral, a medição é realizada mensalmente.
  • PMI (Índice de Gestores de Compras) - um indicador da força relativa da indústria manufatureira e de serviços. O PMI é usado para segmentar as condições do mercado em categorias crescentes, baixas ou estáveis, refletindo assim as flutuações presentes e futuras.
  • QE (flexibilização quantitativa) -o processo de injetar dinheiro no mercado para ajudar a economia em geral a evitar a recessão. Bancos centrais como a Reserva Federal usam o QE para reduzir as taxas de juros e facilitar o acesso dos clientes a empréstimos.

Termos Adicionais Relacionados com o Forex

Além dos termos de Forex discutidos acima, a lista abaixo inclui os principais termos que você pode encontrar nas plataformas de negociação. Conhecer esses termos pode ser útil para sua negociação, especialmente se você deseja construir uma estratégia de negociação.

  • Ordem de Stop Loss - uma ordem de mercado usada para fechar uma posição perdedora, uma vez que atingiu um determinado nível.
  • Ordem para Fechar com Lucro - uma ordem de mercado usada para fechar uma posição lucrativa quando atinge um determinado nível.
  • Análise Fundamental -depende de dados económicos e políticos mais amplos para prever de que maneira um par de moedas se moverá. Os traders que usam esse tipo de análise geralmente avaliam os efeitos de mudanças económicas maiores no valor dos pares de moedas.
  • Análise Técnica - depende de padrões gráficos (de desempenho passado) para prever de que maneira um par de moedas se moverá de seguida.
  • Pares Principais (ou Majors) - Uma lista dos pares de moedas mais negociados no mundo. Eles constituem a maior fatia do mercado de câmbio e todos são cotados e negociados em relação ao dólar, como oEUR/USD, GBP/USD, USD/CHF, e USD/JPY.
  • Pares Secundários (ou Minors) - Pares de moedas que não são tão negociados nem tão líquidos quanto os Principais. Às vezes também referido como exóticos, como oAUD/JPY.
  • Pares de Moedas Cruzadas (ou cruzamentos)- Pares de moedas que não envolvem o USD. Pares populares incluem Euro para Libra (EUR/GBP), Euro para Franco Suiço (EUR/CHF) e Dólar australiano para Iene japonês (AUD/JPY).

Em conclusão, estes são apenas alguns dos termos básicos que você precisa de entender antes de negociar pares de moedas Forex. Existem milhares mais, e alguns serão mais relevantes para si do que outros; tudo isso depende de quais moedas você deseja negociar e quais os tipos de negociação que você está a executar. Se você deseja se manter atualizado sobre o Forex, o movimento dos pares de Forex e as notícias do mercado sobre Forex e outros instrumentos, aceda a Plus500.com para ler mais.

Se você deseja negociar CFDs de Forex, a Plus500 oferece uma plataforma sofisticada, mas fácil de usar, onde você pode negociar em Forex e milhares de outros instrumentos usando CFDs.

*Este artigo contém informações gerais que não levam em consideração as suas circunstâncias pessoais.

Precisa de ajuda?
Suporte 24h/7d