Plus500 does not provide CFD services to residents of the United States. Visit our U.S. website at us.plus500.com.

O que é o Índice IBEX 35?

Para negociantes que querem ter acesso e exposição às empresas de maior tamanho e com maior liquidez de Espanha sem precisarem de ser donos delas, o índice IBEX 35 (Espanha 35) poderá ser o mais adequado. Eis o que precisa de saber sobre este índice do mercado de ações:

Ilustração do IBEX 35.

Conclusões Principais:

  • O IBEX 35 é um índice da bolsa de valores que foi criado em 14 de janeiro de 1992, com um valor base de 3000 pontos, que acompanha 35 das empresas mais líquidas de Espanha.
  • Este índice pode refletir a saúde da economia e acompanha vários setores, como, por exemplo, os das finanças, de bens de consumo e da energia.
  • Este índice é ponderado pela capitalização bolsista e os seus constituintes são atualizados de 6 em 6 meses.
  • Os negociantes podem aceder ao índice através de futuros, opções, ETF e CFD.

IBEX 35 Explicação: O que é o Índice IBEX 35?

O IBEX 35, também conhecido como o Índice Ibérico, é um índice do mercado de ações que mede a trajetória de 35 das empresas com maior liquidez de Espanha. Estas empresas são negociadas na bolsa de valores "Bolsa de Madrid" e são consideradas as maiores empresas a operarem em Espanha.

A Importância do IBEX 35 para os Negociantes e para a Economia

Uma vez que o IBEX 35 mede o desempenho das 35 maiores empresas principais de Espanha e abrange empresas de vários setores, como, por exemplo, das finanças, do imobiliário, Petróleo (CL) da energia e dos bens de consumo, e pode ser utilizado como indicador económico importante que reflete a economia Espanhola e a economia Europeia em geral.

Como tal, os negociantes podem concluir que este índice é do seu interesse, devido ao fato que pode ajudá-los a compreender melhor a economia, a fazer decisões de negociação mais informadas e a navegar mercados voláteis.

História do IBEX 35

O IBEX 35 tem um passado rico e de longa data. Eis alguns marcos históricos:

  • 14 de janeiro, 1992: o IBEX foi inaugurado, mas a informação disponível sugere que os seus cálculos remontam até 29 de dezembro, 1989, e o seu valor de base foi estabelecido a 3000 pontos.
  • Novembro, 2007: o índice IBEX atingiu um máximo histórico de 15.945,70.
  • 21 de janeiro, 2008: o IBEX caiu 7,5%, marcando a segunda pior queda nos mercados de ações espanhóis desde 1987. Contudo, esta queda acentuada foi em seguida contrabalançada por uma subida do índice espanhol de 6,59%, três dias depois.

Atualmente, em novembro de 2023, o preço deste índice está na escala dos 9000 pontos.

Como é que o IBEX 35 é calculado?

Compreender a maneira como os preços do IBEX e o IBEX 35 são calculados é uma parte essencial de compreender como funciona o índice de referência do mercado de ações da Bolsa de Madrid.

O IBEX 35 é um índice ponderado por capitalizações bolsistas e, como tal, o seu valor é baseado nas avaliações das empresas e nas capitalizações bolsistas.

Em primeiro lugar, para determinarmos os pesos das empresas, calculamos inicialmente o valor total das capitalizações bolsistas de negociação livre para todas as 35 empresas. Em seguida, o peso de cada empresa é calculado dividindo a sua capitalização bolsista de negociação livre pelo valor total de todas as 35 empresas.

Finalmente, para calcular o nível do índice, a capitalização bolsista de negociação livre total de todas as 35 empresas será dividida pelo mesmo valor durante um período de referência e, subsequentemente, multiplicado pelo nível do índice que corresponde a esse período de base.

A fórmula matemática é a seguinte:

A fórmula para o cálculo do IBEX 35.

Nesta fórmula, T refere-se ao período do cálculo, Cap refere-se à capitalização bolsista de negociação livre de uma empresa específica listada no índice IBEX 35, e J é o coeficiente que visa ajustar o índice de modo a garantir a sua continuidade como reação aos aumentos de capital ou outras ações das empresas.

Empresas de Destaque do IBEX 35

Como foi mencionado acima, o IBEX 35 inclui 35 das empresas de maior tamanho e com maior liquidez de Espanha, o que significa que a maioria das ações neste índice podem desempenhar um papel importante no mercado espanhol.

Contudo, existem algumas empresas do IBEX 35 que podem ser consideradas como sendo das mais populares, em termos das suas capacidades e dos seus impactos. Eis algumas das ações do IBEX 35 que vale a pena conhecer em novembro 2023:

  • Telefonica (TEF.E)
    Entre as maiores empresas de telecomunicações e operadores de telemóveis em todo mundo, a Telefonica é uma empresa sediada em Madrid, fundada em 1924.
  • BBVA (BBVA.E)
    Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA) é uma das maiores instituições financeiras do mundo e é uma empresa de serviços financeiros espanhola sediada em Madrid e em Bilbau.
  • Santander Group (SAN.E)
    O Santander Group foi fundado em 1857 e é uma empresa de banca comercial e de serviços financeiros multinacional espanhola sediada em Madrid e Santander. A empresa é considerada uma das maiores instituições financeiras de Espanha e do mundo.
  • Grifols (GRF.E)
    A Grifols é uma empresa farmacêutica multinacional espanhola que foi fundada em 1940 e é conhecida pelo seu desenvolvimento de produtos de sangue e plasma.
  • Acciona S.A. (ANA.E)
    A Acciona foi fundada em 1997 e é uma empresa de infraestrutura multinacional espanhola que fornece construção, energia renovável e água, entre outros serviços.
  • Acerinox (ACX.E)
    A Acerinox foi fundada em 1980 e é uma empresa espanhola sediada em Madrid que fabrica aço inoxidável.
  • Amadeus IT Holding (AMS.E)
    A Amadeus é uma empresa líder de tecnologia multinacional espanhola que se especializa no desenvolvimento de software para a indústria do turismo. A empresa foi fundada em 1987 e está sediada em Madrid, Espanha.
  • Iberdrola (IBE.E)
    A Iberdrola é uma empresa de fornecimento de eletricidade, fundada em 1992 e sediada em Bilbau, Espanha.

Outras menções notáveis no IBEX 35 poderão incluir a Cellnex Telecom S.A. (CLNX.E), uma empresa de telecomunicações, e a Enagás ENG.E (ENG.E) uma empresa de energia.

Com que Frequência é que as Empresas são Adicionadas ou Removidas do Índice?

A cada seis meses, o Comité de Assessoria Técnica examina as 35 empresas com maior liquidez no mercado de ações espanhol e realiza as atualizações necessárias aos componentes do IBEX 35.

O Que Pode Afetar o Índice IBEX 35?

Tal comos outros índices de ações, os preços do IBEX 35 podem ser afetados por fatores como, por exemplo, política monetária alterações, inflação, taxas de juros, alterações geopolíticas, notícias, ou eventos, publicações de dados económicos (como, por exemplo, rendimentos, GDP, ou CPI), e sentimento do mercado geral (se os negociantes estão com uma perspetiva otimista (bullish) ou pessimista (bearish) relativamente a certas empresas do IBEX 35).

Para obter informação mais detalhada sobre o que pode mudar os preços dos índices de ações, leia o nosso artigo “O Que Altera o Preço de um Índice?” article.

Como Negociar o IBEX 35

Uma vez que o IBEX 35 é um dos principais índices do mercado e monitoriza algumas das maiores empresas de Espanha, os negociantes e os investidores querem aprender a negociá-lo ou a beneficiarem com os seus movimentos de preços.

Existem muitas maneiras de aceder ao índice, como, por exemplo, os Futuros, Opções ou ETF do IBEX 35, mas o grupo fintech da Plus500 oferece Contratos por Diferença do IBEX 35 (CFD).

Os CFD são contratos de derivados que permitem aos negociantes negociar sobre o aumento ou queda de preços do índice sem precisarem de ser donos deles. Para saber mais sobre CFD consulte o vídeo e artigo do nosso Guia do Negociante- “O que é a Negociação de CFD?”

Outra maneira de obter potenciais benefícios do IBEX 35 é através da negociação de CFD sobre as ações das empresas do IBEX 35.

Conclusão

Em conclusão, o IBEX 35 é considerado um índice de mercado de ações notável que não só monitoriza as empresas de maior tamanho e de maior liquidez de Espanha, mas também as empresas espanholas que são consideradas importantes a uma escala global. Os negociantes podem obter acesso a este índice através dos CFD do IBEX 35 (Espanha 35) da Plus500.

Questões Frequentes:

  • Como é que o IBEX 35 é calculado?

    O IBEX 35 opera como índice ponderado pela capitalização bolsista, obtendo o seu valor das avaliações e capitalizações bolsistas das empresas constituintes. Para determinar o nível do índice, a capitalização bolsista de flutuação livre das 35 empresas é dividida pelo valor correspondente de um período de referência e, em seguida, multiplicada pelo nível do índice associado a esse período de base.
  • Quais são as empresas que são parte do IBEX 35?

    Em novembro de 2023, as empresas no IBEX 35 são as seguintes:

    ACS (Construção), Acerinox (Aço), Aena (Aviação), Amadeus IT Group (Turismo), Acciona (Construção), Acciona Energía (Energia), BBVA (Serviços Financeiros), Bankinter (Serviços Financeiros), CaixaBank (Serviços Financeiros), Cellnex Telecom (Telecomunicações), Inmobiliaria Colonial (Imobiliário), Endesa (Energia), Enagás (Energia), Fluidra (Fabrico), Ferrovial (Infraestrutura), Grifols (Produtos Farmacêuticos), International Airlines Group (Aviação), Iberdrola (Energia), Indra (Tecnologia de Informação), Inditex (Têxteis), Logista (Logística), Mapfre (Seguros), Meliá Hotels (Turismo), Merlin Properties (Imobiliário), ArcelorMittal (Aço), Naturgy (Energia), Red Eléctrica (Energia), Repsol (Petróleo e Gás), Laboratorios Rovi (Produtos Farmacêuticos), Banco Sabadell (Serviços Financeiros), Santander (Serviços Financeiros), Sacyr (Construção), Solaria (Energia Solar), Telefónica (Telecomunicações), Unicaja (Serviços Financeiros).
  • Como posso negociar o IBEX 35?

    Pode participar no mercado do IBEX 35 através de vários instrumentos financeiros, como, por exemplo, ETF, Futuros, ou Contratos por diferença (CFD). Contudo, a disponibilidade de cada opção está sujeita a regulamentos específicos e poderá não estar acessível em certos países. Alternativamente, tem a opção de investir diretamente em ações individuais das empresas listadas no IBEX 35.
  • Quais são os fatores que afetam o desempenho do IBEX 35?

    Fatores como geopolítica, alterações de políticas monetárias, publicações de informações económicas, sentimento do mercado e até a procura e a oferta podem afetar os preços do IBEX 35.
  • O IBEX 35 é um bom investimento?

    O IBEX 35 pode apresentar uma oportunidade de investimento atraente para negociantes e investidores que procuram tirar proveito da liquidez das principais empresas de Espanha.

  • Contudo, é importante que os negociantes permaneçam vigilantes, reconhecendo que pode inesperadamente ocorrer volatilidade. É crucial que tenham em consideração os riscos inerentes à negociação, para que possam realizar decisões de investimento informadas.
  • Quais são os setores principais representados no IBEX 35?

    Os setores principais do IBEX 35 incluem as finanças, os bens de consumo, a energia e as telecomunicações.
  • Onde posso encontrar dados do IBEX 35 em tempo real?

    Pode encontrar dados do IBEX 35 em tempo real em sites financeiros e no site da Bolsa de Madrid.

Precisa de ajuda?
Suporte 24h/7d