Plus500 does not provide CFD services to residents of the United States. Visit our U.S. website at us.plus500.com.

O que Influencía o Preço do Petróleo?

Data de Modificação: 06/08/2023

Da extração ao consumo, o petróleo é a base de muitos produtos comuns, oferecendo aos investidores amplas oportunidades de especulação sobre esta mercadoria e em empresas que dele dependem.

Petróleo (CL), cujo preço é por barril, pode ser usado de várias maneiras. Fornece energia para as nossas casas, como é o caso do óleo para aquecimento, permite o transporte através da gasolina e é mesmo a base dos plásticos que envolvem os principais componentes dos nossos equipamentos preferidos. Portanto, não é nenhuma surpresa que os investidores reconheçam o valor de curto e longo prazo da negociação deste ‘ouro líquido’ , conforme o nosso mundo se torna cada vez mais dependente dos produtos que ele dá origem.

Nuvem de palavras com termos de negociação de Petróleo.

Influências no preço do Petróleo

Existem várias influências no preço do Petróleo que, por vezes , trazem alturas de grande volatilidade. Um exemplo disso foi em 2008, quando o Petróleo atingiu uma alta de 166 dólares por barril e outro foi já em 2020 quando atingiu uma baixa histórica, quando foi negociado a preços negativos.

Procura & Oferta

Ao contrário do Ouro (XAU) ou outros metais preciosos, o petróleo é um produto para consumo. A sua utilidade é eliminada a cada uso, o que significa que, uma vez consumido, mais petróleo deve ser usado para o substituir. As suas finalidades incluem plásticos, que variam de filmes finos a peças de nível militar, bem como combustível para comboios, carros, autocarros, aviões e muito mais.

Os seus usos aparentemente infinitos no nosso mundo moderno, criaram uma procura muito alta em todo o mundo por esta mercadoria finita.

As empresas de energia competem por um fornecimento contínuo de "ouro líquido" extraindo 95,2 milhões de barris de petróleo por dia em 2019, em todo o mundo. Isso inclui petróleo bruto, óleo de xisto, areias petrolíferas e óleos de gás natural. Desde a ampla implementação do fraturamento hidráulico em 2006, os EUA tornaram-se um produtor de energia em ascensão, atingindo 12,2 milhões de barris de petróleo por dia em 2019.

Embora as tendências das últimas décadas mostrem um aumento no consumo de Petróleo, existem vários fatores que podem reduzir a procura, tendo grandes consequências para os investidores, como foi o caso dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 e a pandemia de Coronavírus em 2020. Estes grandes eventos levaram a um declínio significativo nas viagens aéreas, aterrando voos e deixando o combustível sem uso. Isso criou um volume inesperadamente alto de oferta, semeando incerteza nos mercados de petróleo.

Eventos Geopolíticos

Embora o custo de produção e transporte do Petróleo possa permanecer relativamente estável, eventos geopolíticos têm o potencial de criar volatilidade no mercado do Petróleo. À medida que os produtores e investidores se apressam para travar as taxas, os preços podem flutuar, subindo e descendo com os eventos globais.

Um exemplo disso pode ser um conflito militar no Oriente Médio, onde a maior parte do petróleo do mundo é extraído, ou uma mudança nas alianças políticas que ameaçam reduzir o fluxo dessa mercadoria vital.

OPEP

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) é formada pela Argélia, Angola, Congo, Guiné Equatorial, Gabão, Irão, Iraque, Kuwait, Líbia, Nigéria, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Venezuela. Fundada em 1960, a OPEP relata a produção de petróleo por país membro e gere coletivamente a quantidade de petróleo que é produzida. Isso garante que a oferta não ultrapasse a procura.

Não estão incluídos neste grupo a Rússia e os Estados Unidos, que se tornaram grandes produtores de energia nas últimas décadas e competem com a OPEP por participação no mercado.

Máquinas de perfuração de petróleo

Sentimento de Negociação

O sentimento do investidor pode mudar o preço do petróleo influenciando a disponibilidade dos Futuros negociados.

Se houver um grande aumento de investidores a comprar contratos de Futuros de petróleo, isso pode alertar outros investidores de um movimento repentino de preço, desencadeando um novo aumento no volume de negociação e aumentando o preço da mercadoria. Por outro lado, se houver falta de compradores no mercado, ou se uma das influências acima fizer com que o mercado acredite que os seus contratos podem se desvalorizar, isso pode diminuir o valor de um contrato de Petróleo.

Petróleo Como Uma Mercadoria Volátil

O petróleo, conforme referido em cima, é vulnerável às flutuações de mercado e aos sentimentos dos investidores. Essa volatilidade mantém-no como um constante preferido entre os investidores, mas também traz consigo os seus próprios riscos.

Uma explosão militar, novas diretrizes de produção por parte da OPEP ou vários outros eventos globais podem fazer o preço disparar ou cair inesperadamente. Este movimento contínuo pode ser lucrativo, mas acarreta riscos, o que significa que os investidores devem ficar atentos aos movimentos do mercado ao abrirem posições de compra ou venda nesta excitante mercadoria.

Precisa de ajuda?
Suporte 24h/7d